Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \23\UTC 2008

Entrevista com Bell Marques

EU e o Bell

EU e o Bell

Não é novidade que Bell Marques, do Chiclete com Banana, não é lá muito chegado em televisão. Ele foge dos grandes programas tanto quanto dos pequenos. Jornalistas, de um modo geral, são evitados pela banda.

Uma vez, tomando café da manhã com o irmão dele, Wilson, em uma dessas viagens que fazemos para cobrir eventos musicais, ele confessou o motivo da repulsa, sem muitos constrangimentos… “É que se o cara fizer tv sempre, no dia em que ele deixa de fazer o público já acha que tem alguma coisa errada, que a banda está em decadência.”

Na hora em que ele falou isso eu fiquei com vontade de afogá-lo na xícara de café com leite, até porque eu vinha perseguindo Bell há alguns meses para gravar para o Mosaico e ele sempre me escapava. Mas depois de um tempo concordei com ele… No fundo, ele até que tem razão… Lidar com a mídia não é tarefa fácil para nenhum artista. 

Para nós, da imprensa, também não é fácil lidar com as estrelas. Gente, de um modo geral, é um bicho estranho. Eu, que lido com todo tipo de artista (todo tipo mesmo), bem sei que todo artista é, antes de tudo, um ser humano. E êta bichinho estranho esse tal de ser humano…

Quando eu saía para correr na Barra, e via o Bell Marques passar por mim,  tinha vontade de seqüestrar ele – literalmente – para uma entrevista mais calma. Mas, mal começava a arquitetar meu plano infalível, ele já estava chegando ao Cristo enquanto eu encarava o Farol… Como corre rápido esse Bell!

Enfim, após quase um ano de perseguição,  ele finalmente topou dar uma entrevista calma, regada ao já tradicional vinho Chicleteiro, para falar sobre o “Washinton da Silva”, aquele cara que um dia pensou em montar uma banda de rock e que agora colhe os frutos de ser o líder de uma das maiores torcidas da Bahia…

O resultado vai ao ar brevemente, no Mosaico.

Depois de tanto esforço você não pode deixar de prestigiar, heim?

Anúncios

Read Full Post »